Quando o assunto é viajar para Cuba, percebemos que, ao começar a fazer o planejamento da viagem, muitas dúvidas pairam em nossas cabeças, tais como: quais empresas aéreas oferecem voos para Cuba?

Como tirar o visto? Como contratar minhas hospedagens? Qual moeda levar? Quanto vale a moeda cubana? O país é seguro? Devo fazer um seguro viagem? Estando lá, conseguirei utilizar cartão de crédito?

Seguro viagem america central 300x250

Essas são apenas algumas das muitas perguntas que nos fizemos, e diante da dificuldade em se conseguir informações consistentes e oficiais para organizar a sua própria viagem à maior ilha do Caribe, escrevemos este artigo com 5 dicas essenciais para quem pretende viajar para Cuba.

O Soy América esteve há pouco tempo na ilha e reuniu em um único artigo aquelas dicas que consideramos fundamentais para quem pretende visitar Cuba pela primeira vez. Nossa intenção é auxiliar no planejamento da sua tão sonhada viagem. Confira nossas dicas.

Viajar para cuba não tem segredos

1 – Visto de Turista

Muita gente não sabe, mas para visitar Cuba é necessário tirar o Visto de Turista ou “Tarjeta Turistica”, como eles chamam por lá. Esse é um dos primeiros pontos que esbarramos quando planejamos nossa viagem, mas fique tranquilo, pois tirar seu visto é fácil.

Se você pretende viajar de Copa Airlines, poderá solicitar o seu visto no instante do check-in, direto no balcão dessa empresa aérea. O valor da taxa é de R$ 65 reais e você já embarcará com esse documento em mãos. Orientamos ligar ou enviar um e-mail para a Copa com um mês de antecedência e confirmar se eles estão oferecendo esse serviço.

A segunda forma de tirar o seu visto é através da Embaixada Cubana em Brasília. Essa foi a forma que fizemos, já que ficamos sabendo somente na hora do check-in da possibilidade de fazer pela Copa. Para tirar o seu visto, válido por 30 dias, você precisará enviar alguns documentos simples para a embaixada.

Visto ou Tarjeta Turística
Este é o documento do visto para entrar em Cuba, ou como eles a chamam, Tarjeta Turística – Foto: Cuba Hosteles

São eles: cópia das páginas 1, 2 e 3 do passaporte, cópia da apólice do seu seguro saúde, – uma exigência obrigatória para entrar no país e cópia das passagens de ida e volta.

Também uma cópia da reserva de hotel, do comprovante de depósito referente ao pagamento das despesas do visto (R$ 65 reais por pessoa), do envio de correio (R$ 50 reais) e do trâmite feito à distância (R$ 108 reais por pessoa), totalizando um depósito de R$ 223 reais.

Também é necessário preencher e enviar, junto aos documentos acima, um formulário com informações pessoais detalhadas.

Seguro viagem america central 300x250

No caso de mais de uma pessoa fazer o pedido do visto juntos, o valor de R$ 50 reais do sedex deve ser pago somente uma vez. Todos os outros custos (R$ 65 e R$ 108 reais) devem ser pagos por cada visto solicitado.

O endereço para enviar os documentos é: SHIS- QI 5, Conjunto 18 – Casa 01 – Lago Sul Brasilia DF CEP: 71615-180 e a conta para efetuar o depósito é a do Banco do Brasil Agencia: 1606-3 Cuenta: 301.014-7 Embaixada de Cuba.

Caso surjam outras dúvidas ou se precisar de mais informações sobre o procedimento, enviar um email para consuladobrasilia@uol.com.br ou consulcubabsb@uol.com.br

2 – Passagem aérea

Até o ano de 2016, para adquirir sua passagem aérea, você tinha que fechar diretamente com alguma companhia aérea que faz voo para Cuba, isso porque o embargo econômico imposto à ilha pelos Estados Unidos, não permitia que empresas como a Decolar ou Submarino Viagens realizasse operações com Cuba.

Porém, desde o início de 2017 essa realidade mudou. Com o início de abertura econômica que o país vive, as coisas começaram a ficar mais fáceis. Agora, para comprar sua passagem, você poderá adquirir diretamente com uma das empresas aéreas que fazem voos para Cuba, como a Taca, Copa, TAM, Avianca e Aeroméxico ou pelas empresas acima citadas.

Avião da Copa se preparando para pousar no Aeroporto Internacional José Martí, Havana
Avião da Copa se preparando para pousar no Aeroporto Internacional José Martí, Havana – Foto: Rafael Botaro

Uma dica aqui é reservar a sua passagem com no mínimo 3 meses de antecedência, pois assim pagará mais barato. Quando fizemos a primeira pesquisa da passagem, quatro meses antes de embarcarmos, encontramos por R$ 2400 ida e volta. No entanto, não fechamos e quando buscamos novamente dois meses depois, o preço subiu para R$ 3700.

Outra dica é procurar por voos que fazem escala de 24 horas em um determinado país, assim numa mesma viagem, você poderá conhecer dois países. Por exemplo: quando viajamos para Cuba, voamos com a Copa, que faz escala na Cidade do Panamá.

Escolhemos um voo que fizesse escala de 24 horas nessa cidade e aproveitamos para conhecer a capital desse país. Mas você também encontra voos com escala em Lima, Bogotá e Cidade do México voando por outras companhias.

  3 – Hotéis e hostals

Na ilha cubana, além de várias opções de hotéis, também é muito comum ficar hospedado na casa de moradores locais, os famosos hostals ou quartos de aluguel. Na cidade de Trinidad, nós ficamos hospedados em uma dessas casas, o Hostal Ly.

E garantimos: é uma ótima opção, pois além de muito confortável, também é uma boa forma de economizar um dinheiro, já que uma diária nessas casas saem 75% mais barato do que em um hotel convencional.

Hostal Ly - Trinidad, Cuba
A agradável área em comum no Hostal Ly, onde também é servido o café da manhã – Foto: Rafael Botaro

Fazer a reserva de hotéis em Cuba também já foi uma grande dificuldade para nós brasileiros, tanto que até hoje não conseguimos reservar um hotel na ilha a partir de sites como o Booking, por exemplo. No entanto, empresas como a brasileira Submarino Viagens disponibiliza reservas para várias cidades de Cuba.

Agora, para quem quer mais opções de sites para fazer pesquisa de preços, indicamos páginas como Cubaism, CubaHotelBookings, CubaCasas, CubaHostels, CubaParticular, My Casa Particular e o Trinidad Hostales.

Como o uso da internet é algo recente em Cuba, você perceberá que a navegabilidade nesses sites não é como a dos sites que estamos acostumados a utilizar.

Porém, vale muito a pena pesquisar neles, pois você encontrará ótimas hospedagens e bons preços, além de que, por meio de alguns desses sites, você poderá fazer contato direto com o proprietário do imóvel por e-mail, sem intermediadores.

4 – Seguro Viagem

Desde 2010, para entrar em Cuba, passou a ser necessário fazer um seguro viagem – que inclua cobertura de seguro saúde – a partir do seu país de origem. Tanto que esse é um dos documentos exigidos quando você entra com o pedido do visto.

Seguro viagem america central 300x250Sem esse documento, você até consegue chegar ao aeroporto José Martí, mas para entrar no país terá que adquirir um seguro saúde no próprio aeroporto através da Asistur, seguradora estatal cubana.

Muitas pessoas costumam usar os seguros viagens oferecidos pelos cartões de créditos que possuem. Isso pode até ser uma alternativa quando o dinheiro está curto, mas devemos levar dois aspectos em consideração.

O primeiro deles é que esses seguros oferecidos por cartões de créditos, geralmente não dispõem de uma cobertura ampla como o seguro viagem que contratamos diretamente com alguma empresa.

O segundo ponto que inviabiliza o uso desse tipo de seguro oferecido por cartões de crédito numa viagem para Cuba, é que bandeiras como Visa, Mastercard e American Express não oferecem essa possibilidade para quem vai viajar à ilha.

Isso se deve, novamente, ao embargo econômico imposto à Cuba pelos Estados Unidos, o que impede que empresas estadunidenses, e até de alguns outros países, desenvolvam relações comerciais com a ilha. Caso esteja na dúvida sobre qual seguro viagem contratar, indicamos para você a Real Seguro. Para mais informações, clique no banner abaixo.

5Câmbio e Cartões de Crédito

Por fim, nossa última dica. Muita gente fica em dúvida sobre qual moeda deve levar para Cuba: euro ou dólar? Antes de respondermos essa pergunta, primeiro você deve saber que em Cuba existem duas moedas, o CUP – pesos cubanos – que são utilizados pelos moradores locais e o CUC – pesos convertíveis –, moeda utilizada pelos turistas.

Para se ter uma ideia da diferença de valores entre as duas moedas correntes em Cuba, o CUP vale 25 vezes menos que o CUC, e a cotação deste é equivalente ao dólar americano, ou seja, 1 CUC é igual a 1 dólar. Bem, sabendo essas informações iniciais, talvez você esteja pensando que a melhor moeda para levar é o dólar, não é mesmo?

Não é bem assim. A melhor moeda para levar a Cuba é o euro. Explico: por conta do embargo econômico – sim, ele outra vez – o dólar americano é taxado em 10% no momento da conversão, enquanto que o euro não.

Um exemplo: chegando em Cuba, você procura uma Cadeca, como são chamadas as casas de câmbio por lá, e decide trocar 1000 dólares. Com a taxa de 10% sobre a transação, você pegará na troca 900 CUCs, enquanto que se for trocar 1000 euros, pegará 1000 CUCs. Assim fica bem claro perceber qual a melhor moeda levar para Cuba, o euro.

CUP e CUC moedas cubanas
Veja as duas moedas cubanas: à sua esquerda temos o CUP e à sua direita o CUC – Foto: Under a México

Agora, no que diz respeito a cartões de crédito, saiba que eles são aceitos em raríssimos estabelecimentos em Cuba. E o travelcard, aquele cartão pré-pago para viagens, nem pensar em levar, pois ninguém aceita.

Em várias cidades, você até encontra caixas eletrônicos que permitem estrangeiros efetuarem saques, mas para não acontecer nenhum imprevisto, recomendamos levar dinheiro em espécie mesmo.

E se você ficou preocupado em andar com dinheiro no bolso, saiba que Cuba é um país tranquilo e um dos mais seguros da América Latina. Claro que não recomendamos andar com o todo o seu dinheiro na doleira ou na mochila para todo o lugar que for.

E também tomar aqueles cuidados básicos de dividir o dinheiro em três ou quatro lugares diferentes, é recomendado em qualquer lugar do mundo.

Porém, baseado em nossa experiência, afirmamos com segurança que tomando os devidos cuidados, você pode ficar sossegado, até porque andar por Havana, é muito mais tranquilo que caminhar por São Paulo ou muitas outras cidades brasileiras.

Aproveite nossas dicas e organize sua viagem

As dicas acima são bem gerais e poderíamos colocar várias outras neste artigo, mas aqui nossa intenção foi tentar responder aquelas questões que mais nos enviam por e-mail. Nos próximos artigos, vamos apresentar nossas impressões e dicas das três cidades cubanas que passamos: Havana, Varadero e Trinidad.

Seguro viagem america central 300x250De antemão, saiba que adoramos tudo o que vivenciamos em cada uma delas, mas os detalhes dessa experiência serão apresentadas em artigos específicos sobre essas cidades.

Gostou das nossas dicas de hoje? Então deixe sua curtida e compartilhe este artigo nas sua redes sociais. Quem sabe você não ajuda alguém que quer viajar a Cuba, mas não sabe por onde começar a planejar a própria viagem.

E para aqueles que já estiveram nessa famosa ilha, deixe suas dicas nos comentários abaixo do que fazer e conhecer em Cuba. Gostaríamos muito de saber como foi sua experiência na maior ilha do Caribe. Abraço e até mais.


Seguro ViagemReal Seguro

Hospedagem Booking

Passagem Aérea – Passagens Promo